quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Fábula: A barata e o percevejo



         Em um dia normal de verão, a barata estava andando tranquilamente em um parque ecológico quando avistou um lindo percevejo. Neste mesmo instante, ela se apaixonou por ele e decidiu que iria conquistá-lo. E a barata passava todos os dias fazendo algo novo para tentar impressionar o percevejo.


         Dias se passaram e nada que a barata fazia dava certo. Cansada, decidiu tentar mais um único dia e se não desse certo ela desistiria. E por fim tentou mais uma vez e o percevejo a notou.
         O percevejo disse que a notava todos os dias, mas que não se aproximava por vergonha. Depois de muita conversa, os dois se beijaram. E a barata disse:
       - Valeu não desistir. Antes tarde do que nunca.
 
Catarina Nogueira e Camila Sampaio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário