segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O desafio de viver com as diferenças

Por Francielly Lavos Pereira  - 2°ano do Ensino Médio no Colégio Toledo de Araçatuba

Conviver com as diferenças não é fácil, pois cada pessoa pensa de um jeito, vê o mundo de uma forma. Mas será que as pessoas  são tão distintas como aparentam ser ou são elas que geram esses conflitos?
Biologicamente somos 99.9% idênticos e apenas 0.1% distintos, ou seja, não há diferenças entre os seres humanos, o que há é uma diversidade de culturas e opiniões que caracteriza os grupos e as sociedades.
Muitas etnias são discriminadas por conta da cor da pele, pela lingua que falam e até mesmo pela história de seu país. Por conta disso, acabam sendo vistas como "estranhas", pessoas sem importância, mas elas também são filhos de Deus,  fator mencionado na música "Uns iguais aos outros", da banda Titãs.
As pessoas não devem ser obrigadas a serem todas idênticas, fazerem as mesmas coisas, terem o mesmo pensamento, pois é através das diferenças que aprendem a viver em sociedade e sempre estão  aprendendo algo novo.
Conviver em harmonia faz um bem a todos e contribui para a formação de um mundo melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário